Pular para o conteúdo principal

Destaques

Em desenvolvimento - aceitação

Essa sou eu, recentemente. Só Deus sabe quantas vezes tentei tirar uma foto que ficasse bem boa pra mostrar meu trabalhinho de 3 meses e pouco. Sim, eu fiz essa beldade de vestido e depois que coloquei, tirei horas depois porque tinha mesmo. Não ia dormir com ele... Enfim. Vamos falar sobre o meu período de aceitação. Aceitar que sou mignon e que tem poucas roupas que vão caber em mim sem precisar fazer um ajuste aqui e ali. E você, lendo isso, pode achar que é besteira, mas não é não. Esse período começou há um tempo e tem seus momentos de altos e baixos. Por muito tempo não me importei com isso, pra falar a verdade. Foi mesmo após meus 16 anos que comecei a prestar mais atenção e ver que sou magrela mesmo. Por anos, com meus 1,62 m de altura, sempre pesei 47 kg, com suas idas e vindas. Já cheguei nos 39 kg, numa época ruim da minha vida e cá estou eu esbelta com uns 45 kg. Meu sonho é chegar nos 50 kg e manter, hahaha. Mas como com um metabolismo doido que eu tenho? Minha mãe sempre

Estamos vivendo dias intensos


Essa foi uma semana atípica pra mim, pensando muito no momento que estamos vivendo hoje. Foi uma semana que fiquei extremamente cansada e com diversas atividades paralelas ao longo do dia. Faço uma coisa aqui, no meio disso acontece outra que preciso resolver, depois eu voltou, ou não, porque surge uma outra no meio do caminho.

Me senti perdida em alguns instantes. E estou com o corpo e mente bastante cansados.

Vivemos dias intensos em que fazer quase nada é um problema devido às circunstâncias do SARS-Cov-2 (Covid-19 ou coronavirus), e dias que precisamos fazer muito no "conforto" da nossa casa. Dias que não temos muito o que fazer no trabalho e o que resta é orar para que tudo se resolva e procurar inovar pensando no futuro, ou dias turbulentos porque existem muitas coisas para serem entregues em um curto período de tempo e não se sabe o dia de amanhã.

Nisso, a única coisa que sei é que não se sabe mesmo o dia de amanhã.
Portanto, não se preocupem com o amanhã, pois o amanhã trará as suas próprias preocupações. Basta a cada dia o seu próprio mal. Mateus 6:34
Basta cada dia o seu próprio mal, não é? Procure descansar, como eu estou tentando agora. Escrever é como um download pra mim das informações que estão na minha cabeça. Girando e girando. No caso de hoje, muito do que escrevi aqui está na minha cabeça desde às 7 horas da manhã e tem muitos assuntos nesse mesmo texto que podem ser abordados.

Eu só não vou escrever muito dele agora porque eu preciso descansar. E muito. Só preciso descansar.

Comentários

Postagens mais visitadas